Comunicação em Saúde - Design Ministério da Saúde - Brasília

CADERNETA DA GESTANTE SEU MANUAL DA GRAVIDEZ

Em 2013 fui convidada a integrar a equipe do Ministério da Saúde -  Secretaria de Atenção à Saúde - Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Coordenação-Geral da Saúde das Mulheres  para desenvolver o manual do pré-natal do SUS de apoio à gravidez, a CADERNETA DA GESTANTE. Foram 3 anos de desenvolvimento e pactuando com as necessidades de oito áreas do Ministério da Saúde*. Este manual esta direcionado para a mulher grávida, seu companheiro ou companheira e o profissional de saúde (médico ou enfermeira).  O grande desafio, além de definir o conteúdo, foi distribuir a informação de forma que ficasse fácil de ser acessada para cada uma destas pessoas. No centro da Caderneta da Gestante esta a ficha perinatal, que são todas as informações clinicas da gravidez, de cada uma das consultas do pré-natal, desta forma a mulher gravida  pode ser  atendida por qualquer profissional de saúde que vai poder avaliar o risco desta gestante. Normalmente as mulheres que tem convênio médico ou médico particular não tem estas informações sobre a gravidez nem tão pouco o prontuário médico.

Normalmente a mulher vai a uma consulta de pré-natal  por mês, mas as dúvidas podem acontecer a qualquer hora, não é? A Caderneta da Gestante é uma forma do SUS esclarecer as dúvidas mais comuns da gravidez. e trazer orientações para a gestante. Na contra-capa inicial tem todos as leis que apoiam os direito da gestante, na primeira parte traz informações relacionadas a gestação, como o que acontece com a mãe e o bebê; alimentação, tabus da gestação, dicas, sintomas e todas as explicações de cada exame e vacinas que a mulher precisa fazer durante o pré-natal. 

No centro da Caderneta estão as informações sobre a gravidez direcionado ao profissional de saúde

Na segunda parte são informações para se preparar para o parto normal, o que levar para a maternidade, como identificar o trabalho de parto, O parto normal é uma experiência que fortalece a mulher e o bebê; no trabalho de parto estão as recomendações do parto humanizado com as boas práticas e os métodos não farmacológicos de alívio da dor. O "parto cesaria", cesárea ou cesariana salvam vidas quando é indicado, mas quando não é indicado a mulher e o bebê correm mais riscos. Os cuidados pra uma nova vida, puerpério, amamentação, sempre na perspectiva da mulher, já que a Caderneta da Criança traz as informações sobre a criança. Tem uma lista de telefones pra se a mulher sofrer qualquer tipo de violência, doméstica ou obstétrica, 

A última página tem os sinais de alerta e as semanas de gestação (calculadora gestacional), na contra-capa tem o cartão de consultas, um espaço para dúvida e o pré-natal do parceiro. Isso é uma coisa muito bacana já que o homem não acompanha muito a própria saúde, desta forma ele também faz vários exames, mede a pressão etc.

A Caderneta da Gestante também é:

 • interativa, já que tem muitos espaços para a mulheres e seu/sua companheiro/companheira escreverem          seus sentimento,

integrativa porque integra informação em saúde, cartão da gestante e a ficha perinatal,

informativa pois traz muitas informações sobre a gravidez

Já foram publicadas quatro edições com mais de 8.000.000 (oito milhões) de Caderneta da Gestante distribuídas para as mulheres do SUS que foi adotada pela maioria das municípios brasileiros.

Este trabalho me trouxe  muita emoção,  porque é o Ministério da Saúde falando das boas práticas do parto, trazendo informação para as gestantes acompanharem a gravidez, parto e puerpério para elas tomarem decisão sobre seus corpos.

Além da Caderneta da Gestante foi desenvolvido o Manual do Profissional de Saúde, um cartaz de posição de parto e quatro cartazes para os postos de Saúde.

Este material é disponibilizado  gratuitamente, nos termos da Licença Creative Commons, (tem alguns oportunistas vendendo na internet), ela pode ser compartilhada, e você pode fazer cópias dela desde que citada a fonte do Ministério da Saúde / elaboração e ilustração de Bia Fioretti. Aqui está o link da Caderneta da Gestante de 2016. 

Eu encontrei um vídeo de uma Aline Maria, sobre a Caderneta da Gestante. Ela teve a gravidez acompanhada pelo SUS, é um video super espontâneo, que vale a pela ver, adorei Aline, esta é a grande recompensa de quem criou este material com o maior carinho. 

*DAPES/SAS/MS – Coordenação-Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, Coordenação-Geral de Saúde dos Adolescentes e Jovens; DAET/SAS/MS – Área Técnica de Saúde do Homem; DAB/SAS/MS – Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição, Coordenação-Geral de Gestão de Atenção Básica; DST-AIDS/SVS/MS – Coordenação-Geral de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde; DVDT/SVS/MS – Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações – CGPNI; Coordenação-Geral do Programa Nacional de Controle da Malária; Coordenação-Geral de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde; DAHU/SAS/MS – Coordenação-Geral de Sangue e Hemoderivados. 



 

Caderneta da Gestante do SUS, cartaz para UBS
O mais legal é que é o Ministério da Saúde falando das boas práticas do nascimento
Caderneta da Gestante do SUS, cartaz para UBS
calendário gestacional,
A Caderneta da Gestante também é para o parceiro/parceira
Manual do profissional de Saúde do SUS
Posições de Parto, todas que você quiser