Sobre

Bia Fioretti

Uma pessoa movida pelo propósito

Publicitária, trabalhou no mundo corporativo por mais de 20 anos. Foi da direção de arte à liderança de equipes de criação de grandes agências de publicidade internacionais – carreira que deixou de lado quando a realização pessoal começou a falar mais alto.

Idealizadora do Mães da Pátria, Bia busca de maneira voluntária o resgate do feminino através da ação mais universal que há: o nascer e os ciclos femininos. O projeto a levou a viajar pelo mundo, escutando histórias, fazendo conexões e ampliando o conhecimento empírico tendo entrevistado e fotografado mais de mil mulheres no mundo.

Bia decidiu amplificar o valor de sua voz entrando na academia. Conquistando um mestrado em pesquisa científica em Medicina Interna e Terapêutica (UNIFESP, 2014) e doutorado em Saúde Pública (USP, 2019), onde pesquisou os Dr. Google na relação da internet e saúde. Ela teve a oportunidade de trabalhar com grandes instituições como: Ministério da Saúde onde criou a Caderneta da Gestante (manual do SUS do Pré-Natal)e a Fundação Fiocruz, onde produziu e dirigiu vários documentários (Nascer no Brasil e Nascer nas Prisões) e desenvolveu o método educativo sobre a fisiologia feminina "Os Segredos de Alice".

A razão de deixar o mercado de trabalho é por acreditar no poder e no direito universal da tomada de decisões com base em escolhas informadas. Seu propósito é a promoção de informações de saúde com base científica, em uma linguagem acessível, para qualquer pessoa, afim de favorecer: a saúde, física, emocional e espiritual. Seu trabalho valoriza a universalidade do cuidado, a vida, o amor e, principalmente, os ciclos do femininos

Seus livros, cartilhas, ilustrações, documentários, ensaios fotográficos, palestras e workshops são vivências artísticas que misturam de maneira simbiótica a racionalidade da pesquisa acadêmica com a essência poética que a leva pela vida. Bia convida a uma viagem pela reinvenção, transformação e valorização pessoal a partir do universo e poder dos ciclos femininos. Venha conferir